Gestão e atribuição de tarefas

Gestão e atribuição de tarefas: o que você não está vendo

A rotina de uma equipe de TI é sempre cheia e atribulada; há muito que o gestor precisa controlar e acompanhar. Com isso, é comum que sobre pouco tempo (ou nenhum) para traçar estratégias de aperfeiçoamento da área. Por isso, acaba sendo comum problemas e oportunidades passarem despercebidas diante do gestor. Para te ajudar, vamos listar algumas situações relacionadas à gestão e atribuição de tarefas que você pode não estar vendo.

Confira também dicas e atitudes que você tomar para gerenciar melhor seus projetos e equipes, o que vai resultar em um melhor atendimento para os seus clientes.

A necessidade de investir na comunicação da equipe

É difícil de imaginar, mas a comunicação pode ser a chave do sucesso de uma equipe. Conversar, dar feedbacks, ouvir e passar instruções claras pode mudar todo o cenário de produtividade de uma equipe. O gestor, apesar de sua rotina corrida, pode e deve dar atenção ao relacionamento interpessoal e à gestão de pessoas. Quem tem esses aspectos sob controle tem uma equipe motivada, cumpre prazos em dia e ganha em eficiência.

Segundo o site do Instituto Brasileiro de Coaching: “a comunicação nas organizações é uma das formas mais eficazes da corporação sobreviver e prosperar no mercado competitivo atual”. E o que você não está vendo? O quanto a sua equipe precisa e pode avançar com uma comunicação efetiva. Pare, converse, instrua, ensine e tenha a equipe como uma forte aliada.

Os processos que estão sendo vilões de produtividade

Ao implementar melhorias na comunicação é provável que a equipe traga como feedback problemas com determinados processos. Por mais que pareçam bons, relatórios e preenchimento de planilhas podem ser vilões da produtividade.
Processos precisam de automação e otimização. Portanto, junto com seus colaboradores, reveja processos, identifique o que pode ser cortado, reduzido ou substituído. Veja com seus colaboradores quais sugestões eles têm para tornar o trabalho mais prazeroso e efetivo. Assim, sua equipe ganha em alegria e satisfação e a empresa em redução de custos e aumento de produtividade.

Uma dica também é aplicar metodologias que aumentem a produtividade, como a metodologia Scrum do livro de Jeff Sutherland, intitulado “Scrum: a arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo”. Essa metodologia tem sido muito adotada por gestores de TI em todo o mundo.

As consequências da falta de SLA entre áreas

O gestor de TI encara na atualidade um mercado que se inova e se renova a cada instante.  Surgem novas tecnologias, novos processos e o mercado fica cada vez mais exigente e competitivo. E algo que você pode não estar vendo é a oportunidade de credibilidade e fidelização de clientes que o SLA pode lhe dar. Esse recurso pode ainda lhe oferecer um melhor relacionamento com as outras áreas da empresa, garantindo que sua equipe tenha ainda mais rendimento e reconhecimento.

Mas o que é mesmo SLA? É um elemento essencial em qualquer contrato de prestação de serviços na área de TI e no pacto de gestão entre áreas. SLA significa Service Level Agreement, ou, traduzindo, Acordo de Nível de Serviço (ANS). Trata-se da especificação, com clareza e em termos mensuráveis de todos os serviços que a empresa ou a área de TI vai prestar a uma outra empresa contratante (cliente) ou a outra área da empresa.  Ele expressa:

  • Termos de compromisso;
  • Metas de nível de serviço;
  • Especifica o escopo do atendimento ou suporte;
  • Descreve os prazos contratuais, dentre outros aspectos.

Em resumo, podemos dizer que é um esclarecimento de expectativas e garantias do contrato. O SLA é bom para ambos os lados. Quem contrata se sente seguro e resguardado e a equipe ou empresa de TI pode se proteger contra abusos, cobranças indevidas e ainda conquista mais credibilidade no mercado.

O tempo perdido fazendo backup de sistemas e dados

Quem trabalha na área de TI sabe bem que fazer backup de sistemas e dados pode significar demora, horas de trabalho e de uma sensação de perda de tempo. Ao passo que não fazê-lo é um tremendo risco. A perda de dados pode comprometer a empresa e gerar prejuízos enormes.

Segundo o levantamento Global Data Protection Index, realizado pela EMC em parceria com a empresa de pesquisa de mercado Vanson Bourne, a perda de dados e outros problemas de TI como interrupções ocasionadas por falhas de hardware ou software e até mesmo apagões causaram prejuízos superiores a R$ 66 bilhões no Brasil, além da perda de produtividade e atraso no desenvolvimento de serviços e produtos. No âmbito mundial o prejuízo financeiro alcançou US$1,7 trilhão.

Os antigos backups longos, manuais e demorados estão ultrapassados. Quem quer seguir as tendências de mercado investe em backup profissional em nuvem, dentro do conceito de cloud computing.

O backup profissional em nuvem agiliza todo o processo, afinal ele cria cópias dos seus arquivos diretamente na internet e ainda cria rotina (jobs) de execução de backups, que podem ser personalizados de acordo com sua necessidade (diários, semanais, mensais ou até anuais) Você não depende mais de recursos físicos e nem fica à mercê de imprevistos, desastres ou erros humanos e os consequentes prejuízos com perdas de dados.

A Eco IT é especialista em Backup Profissional para empresas, conheça o EcoCloudBackup e retire já esse empecilho da produtividade da sua equipe e da sua empresa.

Então, pronto para trazer inovações e melhorias para a sua empresa e/ou departamento? Ficou com dúvidas? Escreva para a gente nos comentários. Será um prazer ajudar.


Compartilhe com um amigo!