backup em fita

Por que trocar o backup em fitas pelo backup em nuvem?

Toda empresa precisa ter um backup de informações seguro. Muitas vezes, um dado imprescindível se perde justamente pela ausência desse tipo de preocupação e o dano é irreparável.

Muitas organizações ainda realizam backup em fitas, por acreditarem na mobilidade dos dados, na praticidade no uso e na qualidade do armazenamento. Porém, é altamente recomendado trocar esse tipo de arquivamento pelo backup em nuvem, por ser uma alternativa muito mais segura.

Veja os motivos pelos quais você deve realizar a troca do tipo de backup da sua empresa hoje mesmo, a fim de evitar problemas graves no seu armazenamento de dados.

Custos desnecessários com backup em fita

Um cartucho de fita de dados atualmente custa, aproximadamente, R$ 200, com capacidade de armazenamento de 1,5 TB. Muitas empresas, dependendo da quantidade de informação gerada por dia, consomem uma fita dessa em curto espaço de tempo (alguns setores geram até mesmo essa quantidade de informação em poucos dias).

Isso porque entram no backup informações tais como questões contábeis, dados de compra e venda, cadastros de clientes, bancos de dados, registros de câmera, dados de GPS, tráfego, protocolos, entre diversos outros dados essenciais para o funcionamento do negócio.

Com isso, a aquisição de um número maior de fitas sairá mais custosa a longo prazo, encarecendo seu orçamento para backup. Sem contar a reposição de fitas que possam apresentar defeitos a longo prazo.

Um servidor de backup na nuvem, com um armazenamento bem mais amplo, tem um custo menor de manutenção, de forma que você poderá, com o mesmo valor, investir em algo com maior potência e mais seguro, tendo um custo-benefício mais aprazível para seu negócio.

Fragilidade do material

Fitas magnéticas são frágeis demais para o armazenamento de dados importantes. Elas apresentam defeito muito rapidamente, corrompendo parte delas ou, então, o equipamento todo.

Com isso, você pode perder uma fita inteira ou parte dela sem qualquer aviso. Isso se agrava com o passar do tempo, já que o material tende a se deteriorar e há uma chance maior de defeito.

Por outro lado, o backup na nuvem, por estar fora de armazenamentos físicos, não passa por riscos de perda devido a problemas com material, o que o torna uma opção bem mais segura.

Não há riscos de o equipamento apresentar defeitos permanentes e você perder a mídia completamente, sem chance de reparação dos dados afetados. Dessa forma, os prejuízos também são minimizados em comparação ao uso da fita magnética.

Facilidade de perda em caso de desastre

Infelizmente, acidentes acontecem e, muitas vezes, ocorrem no espaço físico da sua empresa: podem acontecer desastres como, por exemplo, incêndios, quedas de estantes, umidade, mofo, roubo e furto. Assim, você pode perder completamente as informações contidas nas fitas devido à sua destruição.

Além disso, se rotineiramente há necessidade de checagem desses backups por vários funcionários, por mais organizado que seja seu arquivo, há o risco de perdas dessas fitas por corrompimento de arquivos.

O backup na nuvem não está relacionado com mídia física em sua empresa, de forma que em caso de desastre no espaço físico do seu negócio, ele não será afetado e estará disponível imediatamente.

Dificuldade de armazenamento

Principalmente se você trabalha em um ambiente com pouco espaço disponível para armazenagem, o espaço ocupado por cada fita conta muito. Quanto mais tempo a empresa tiver de existência, mais dados são gerados e, consequentemente, haverá necessidade de maior espaço para armazenar o backup físico.

O armazenamento na nuvem é bem mais prático: ele não ocupa espaço físico em sua empresa, podendo destinar o setor de arquivamento de fitas para outra função, otimizando esse espaço.

Maior risco de erro humano

O erro humano é mais comum do que se imagina e pode destruir seus arquivos de backup em fita facilmente. Quer ver alguns exemplos de como isso pode ocorrer?

  • Um arquivo pode ser gravado por cima de outro importante e perder um dado imprescindível;
  • uma pessoa pode não saber operar a fita e acabar estragando o material ou corromper parte dos arquivos;
  • há confusão no arquivo e a pessoa coloca uma fita no local errado, prejudicando a organização do backup físico;
  • uma pessoa retira uma fita para conferência de dados e não a devolve a tempo, tornando o acesso à informação impossível;
  • o funcionário formata a fita, perdendo todas suas informações.

O armazenamento na nuvem impede todos esses problemas. Inclusive, há a praticidade de não ser necessário realizar cópias constantes para que mais de um funcionário tenha acesso à informação.

Insegurança constante

Basta apenas uma pessoa mal-intencionada pegar uma das fitas para ter acesso a todas as informações contidas nela. Esse material pode conter dados sensíveis como, por exemplo, dados de cartões de créditos de clientes.

Um sistema de backup na nuvem conta com criptografia, o que torna a segurança desses arquivos mais eficiente, evitando o vazamento de dados de clientes e comprometendo a imagem da sua empresa.

Dificuldade no teste de backup

O teste de recuperação de backup é essencial para que você verifique se está tudo em ordem com os dados essenciais da sua empresa.

Imagine você ter que testar fita por fita para conferir se as informações contidas nelas continuam intactas, sem ter perdido nenhum conteúdo? Quando há poucas fitas, isso pode ser até fácil, mas se sua empresa gera muitos dados constantemente, pode ser uma tarefa quase impossível.

Nessa situação, você provavelmente só vai descobrir que o armazenamento é ineficiente quando precisar de determinado dado — mas será tarde demais.

O backup na nuvem permite que você cheque se os dados estão sendo gravados corretamente de forma prática, sem despender demasiado tempo para isso. Dessa forma, você pode direcionar o tempo destinado a isso para outras ações estratégicas no setor de dados.

Maior lentidão para disponibilidade de dados

Ao precisar de uma informação para alguma tarefa no trabalho, a fita tende a ter uma maior lentidão para apresentá-la, principalmente em casos de auditoria externa que, normalmente, solicita a apresentação de alguns dados.

O backup em nuvem permite a disponibilidade quase que imediata dos dados solicitados, de forma a agilizar os processos de disponibilidade dos dados e continuidade do negócio.

Não faltam motivos para que você comece já a transferência dos seus dados para o ambiente em nuvem. Se ainda está na dúvida, ainda pode conhecer 5 opções que não existem no backup convencional e que você passará a ter com o uso da nuvem.

E você, gostou deste post sobre a troca do backup em fitas pela nuvem? Está pronto para nos seguir nas redes sociais? Não deixe de curtir nossa página no Facebook e nosso canal no Youtube para acompanhar nossas publicações!


Compartilhe com um amigo!