cloud computing

Cloud Computing: tudo o que você precisa saber sobre esse modelo

Há inovações na área de tecnologia, como o Cloud Computing, que são verdadeiras revoluções. Devido à sua natureza, elas promovem o desenvolvimento de soluções importantes, tornando-se essencial nas rotinas empresariais.

O próprio surgimento da Internet e sua popularização foi um marco determinante. Hoje é impossível pensar em qualquer tipo de empresa que não esteja conectada no presente momento.

O Cloud Computing (Computação em Nuvem) é um desses exemplos. Seu surgimento revolucionou a forma como as empresas lidam com a gestão de dados, trazendo uma série de benefícios importantes.

No post de hoje vamos falar sobre como ela surgiu, quais são suas características fundamentais e quais as principais soluções que utilizam essa tecnologia.

No final da leitura, você estará consciente das razões pelas quais sua empresa necessita investir nela hoje mesmo e verá o quanto esse modelo de computação é essencial atualmente.

O que é Cloud Computing?

Cloud Computing é um modelo de computação no qual você pode inserir arquivos e aplicativos em outro ponto da sua conexão de Internet, armazenando-os sem a necessidade de uma mídia física.

As informações ficam, assim, disponibilizadas na “nuvem”, ou seja, em espaços online, sem a necessidade de uso de dispositivos como HDs e servidores, por exemplo.

A denominação “na nuvem” deve-se ao fato de que os dados não estão contidos em servidores específicos físicos in loco, sendo disponibilizados na Internet para aqueles que utilizam os serviços.

Por exemplo, ao editar um texto em uma plataforma cloud, você não estará consumindo memória do seu dispositivo. O arquivo será armazenado no servidor da empresa prestadora e poderá ser acessado a qualquer momento por meio de qualquer dispositivo que esteja conectado à rede.

Quais são os pilares do Cloud Computing?

Ele se baseia em alguns pilares importantes, tais como:

  • você não precisa gerenciar ou realizar manutenção nos aplicativos disponíveis na nuvem;
  • não há necessidade de se preocupar com espaço de armazenamento, já que não depende de espaço físico — portanto, a capacidade é infinita;
  • o acesso pode ser realizado a partir de qualquer lugar, de qualquer dispositivo que esteja conectado à Internet.

Ou seja, o armazenamento em nuvem se ancora em disponibilidade, capacidade de armazenamento ilimitado e mobilidade.

Esses três conceitos são cada vez mais importantes atualmente e foram potencializadas pelo surgimento dessa tecnologia.

As soluções de computação em nuvem se dividem em três tipos de serviços principais:

  • IaaS (Infraestrutura como Serviço): é o modelo mais simples, pois envolve basicamente questões como locação de infraestrutura de TI, servidores e máquinas virtuais, armazenamentos, sistemas operacionais, realizados por meio de um provedor de nuvem;
  • PaaS (Plataforma como Serviço): nessa situação, gera-se espaço para desenvolvimento de software, teste, fornecimento e gerenciamento de aplicativos. Facilita os desenvolvedores a gerarem soluções e aplicativos sem a preocupação com a configuração ou com a infraestrutura necessária para sua realização;
  • SaaS (Software como Serviço): é uma das soluções mais utilizadas, sendo um meio de fornecer aplicações online para empresas e clientes com um baixo custo, já que a hospedagem fica no provedor da nuvem e os usuários conectam ao aplicativo pela Internet.

A escolha por qual tipo de solução será utilizada (ou qual combinação de serviços) é definida de acordo com as peculiaridades e necessidades de cada empresa.

O essencial é realizar decisões certas e centradas, para não perder potencial de ação e, também, evitar trabalho pesado que não seja relevante para a organização.

Por isso, a implementação do Cloud Computing deve ser realizada de forma planejada e estratégica.

Como ela surgiu?

O desenvolvimento da Cloud Computing está diretamente relacionado com o início do uso comercial da Internet. Apesar de ter surgido na década de 1960, seu uso empresarial só ocorreu em 1990.

Nesse momento, o uso era praticamente limitado ao uso do browser (criando, assim, os primeiros websites corporativos) e e-mail como forma de envio de mensagem.

Porém, o potencial de uso da rede para o ambiente dos negócios acelerou o desenvolvimento de soluções essenciais para o momento atual.

Hoje, estas soluções fazem tão parte do dia a dia empresarial que pouco percebemos o quanto foram revolucionárias em seu surgimento, sendo difícil imaginar como era o ambiente corporativo sem elas.

Por exemplo, a possibilidade de realizar compras pela Internet parece algo simples, comum, mas seu surgimento gerou um forte impacto nas formas de realizar comércio ao longo dos últimos 20 anos.

As conexões se tornaram mais ágeis, seguras e estáveis, permitindo um uso mais saudável e eficiente da Internet. E novos modelos de negócios surgiram, como as ASP (Application Service Provider).

Seu objetivo era gerenciar aplicações de negócios. As empresas adquiriram, por meio de contrato, poder computacional e ganhariam direito a utilizarem esse espaço para uso de aplicações.

Esse talvez seja o primeiro modelo semelhante ao que viria a ser Cloud Computing, mas ainda estava um pouco longe da forma como conhecemos hoje.

Nessa concepção, ela só surgiu no final da década de 1990. Desenvolvida pela Salesforce, a aplicação de CRM seguia estes parâmetros:

  • ser executada na “nuvem”;
  • poder ser acessada por meio de um navegador web;
  • estar acessível para um grande número de clientes com um valor demasiadamente baixo.

Essa solução abriu portas para o desenvolvimento do que consideramos Cloud Computing no momento, ganhando a atenção dos desenvolvedores e, também, investimentos para melhorar e explorar o potencial disponível.

Qual a sua importância para o momento atual?

Cloud Computing se tornou uma verdadeira revolução no ambiente tecnológico. Dificilmente as empresas hoje conseguem trabalhar sem utilizar qualquer tipo de solução que envolva essa tecnologia.

Por exemplo, os próprios serviços de e-mail são realizados na nuvem. Perceba que você não utiliza qualquer tipo de armazenamento físico para seu uso.

Além disso, o acesso é feito por meio do navegador e é acessível por um baixo custo de adesão ou, até mesmo, de forma gratuita.

E não se restringe só ao uso de trocas de mensagem: compartilhamento de arquivos, gestão de setores, assinatura eletrônica, tudo isso pode ser feito por meio de computação em nuvem.

Basicamente, resume-se a seguinte frase: quem não investir nesse modelo de computação vai perder espaço no mercado nos próximos anos.

Quais as principais soluções que utilizam Cloud Computing?

A computação em nuvem se tornou tão importante que diversas soluções utilizadas até na sua vida pessoal utilizam essa tecnologia. Vamos ver a dimensão disso?

Se você possui um celular com sistema operacional Android ou iOS, sabe que suas fotos são armazenadas nos respectivos serviços destinados ao backup online na nuvem (Google Fotos e iCloud).

Você utiliza editores de documentos online (como OneDrive e Google Drive)? Seus arquivos também estarão salvos automaticamente na nuvem.

Você realiza o backup das suas principais informações e dados em plataformas como o Dropbox? Mesma situação. E isso apenas no seu cotidiano pessoal.

Na área profissional, há diversas soluções estratégicas que são utilizadas nas principais empresas do mundo e que auxiliam a otimizar as rotinas empresariais.

Estão entre as principais delas:

  • serviços de e-mail na nuvem;
  • aplicações virtuais;
  • sistemas ERP com armazenamento em nuvem;
  • serviço de backup de informações;
  • gestão de dados;
  • cloud server;
  • soluções SaaS, entre outros.

Apesar de mais comuns, não significa que o uso de Cloud Computing no âmbito corporativo se restrinja a esses serviços: bons gestores de TI saberão explorar os potenciais e utilizar novas ferramentas e estratégias que se adequam às rotinas da empresa.

Por que sua empresa deve investir em soluções de Cloud Computing?

A Cloud Computing permite trazer uma série de benefícios para as empresas, de forma que se você ainda não utiliza esse serviço, é bom começar a usar hoje mesmo.

Estão entre as principais vantagens do seu uso no dia a dia empresarial:

Menor custo

Uma das principais vantagens do uso de Cloud Computing é a redução nos custos totais no desenvolvimento de soluções. Isso ocorre porque sua empresa paga apenas pelo serviço e armazenamento que usar.

Isso é nítido quando comparamos com o uso de servidores físicos.

Muitas vezes torna-se necessário adquirir hardwares com potencial muito além do que realmente necessário — e implica em custos desnecessários.

Os serviços de Cloud Computing permitem que sua organização adquira exatamente o espaço de armazenamento necessário. Pode-se, assim, escalonar a compra desse serviço, economizando a longo prazo.

O mesmo ocorre quando há uma diminuição da necessidade dos serviços e de armazenamento. Assim, pode-se reduzir a contratação de espaço e realizar uma economia de gastos de imediato.

Além disso, outro ponto que representa redução de gastos no uso de Cloud Computing é a redução da necessidade de desenvolvimento de atualizações, já que a empresa fornecedora do serviço (seja PaaS, SaaS e IaaS) realizará essa adequação, diferentemente do que ocorre na compra de soluções físicas.

Um ponto importante acerca da redução de custos é que a computação em nuvem permite que empresas pequenas e médias possam diminuir suas distâncias das grandes corporações por meio das soluções implementadas.

Por exemplo, se uma PME não tem um orçamento ou espaço para a compra de servidores robustos, pode rodar as soluções desenvolvidas em um servidor cloud.

Até mesmo a própria contratação é mais econômica, permitindo uma menor desigualdade de condições entre empresas iniciantes e aquelas que são da velha guarda no mercado.

Possibilita maior mobilidade

Uma das grandes revoluções da Cloud Computing foi a possibilidade de mobilidade no uso das soluções e acesso às informações. Isso acarreta em uma série de vantagens para qualquer organização.

A partir do momento em que qualquer aparelho conectado à Internet pode obter acesso aos dados necessários para as atividades cotidianas, abre-se as possiblidades para flexibilização da jornada de trabalho.

A oportunidade de realizar suas funções home office auxilia no aumento da produtividade e da satisfação do colaborador, auxiliando no seu conforto cotidiano.

Um funcionário poderia, por exemplo, realizar suas funções fora do ambiente do escritório. O acesso aos dados poderia ser feito por meio do próprio notebook ou de dispositivo mobile.

Isso também permite que, gestores que estejam em reuniões e eventos em outras localidades possam solucionar questões de imediato, sem perder prazos, agilizando processos e garantindo a qualidade do serviço.

Outra vantagem é que, em caso de problemas urgentes, como o comprometimento de determinado serviço online, os responsáveis possam solucionar imediatamente, minimizando os prejuízos imediatos.

O mesmo torna-se mais complicado quando se utiliza apenas servidores físicos, sendo necessário, muitas vezes, o acesso local para a resolução do problema.

Recursos ilimitados

Outro ponto revolucionário do Cloud Computing é a possibilidade de recursos ilimitados em comparação ao uso de espaços físicos para armazenamento de informações e uso para desenvolvimento de soluções.

Isso é importante, principalmente, para empresas que tenham poucos espaços para servidores físicos e, portanto, se tivessem apenas essa possibilidade, teriam que se contentar com poucos recursos.

A computação em nuvem, portanto, facilitou para que as empresas pudessem contar com todos os recursos necessários para o desenvolvimento e aplicação das soluções tecnológicas necessárias para as atividades cotidianas.

Assim, por meio da compra de espaços e recursos na nuvem, empresas com pouco espaço físico conseguem realizar os desenvolvimentos necessários na área de TI.

Além disso, por meio de automatização e otimização de processos, conseguem também o crescimento desejado para a organização.

Maior produtividade

Um dos pontos favoráveis da computação em nuvem é a possibilidade de maximizar a produtividade nos mais diferentes aspectos, devido a série de potencialidades existentes geradas por essa tecnologia.

Por exemplo, soluções de automação hospedadas na nuvem garantem maior agilidade nos processos operacionais, seja reduzindo o tempo de realização da tarefa, ou pela minimização do índice de erros humanos.

Além disso, ao deixar as tarefas redundantes para os sistemas automatizados, pode-se direcionar os esforços dos colaboradores para questões mais analíticas, garantindo melhor custo-benefício e entregas agilizadas de tarefas.

Melhora no desempenho

Uma outra vantagem importante do uso de Cloud Computing é a melhora no desempenho da empresa de forma geral. Isso é nítido ao avaliar todos os pontos que falamos anteriormente.

Também podemos incluir como um fator determinante a vantagem de poder centralizar os processos da empresa em um mesmo lugar, permitindo uma visão mais integrada da empresa.

Quando há o uso de diversos softwares, cada um deles utiliza uma espécie de autenticação, formas de acesso, dificultando a integração entre eles. O uso da nuvem permite o desenvolvimento de soluções mais eficientes e compatíveis entre si.

O resultado é um sistema de monitoramento e gerenciamento integrado, que permite encontrar dados e informações mais facilmente, gerando melhores resultados a longo prazo.

Além disso, qualquer tipo de alteração que possa resultar em prejuízo posterior pode ser identificado mais facilmente, algo também bastante desejável pelos gestores.

Também há um maior controle sobre o que está acontecendo na empresa. Os serviços na nuvem armazenam diversas métricas que podem ser avaliadas posteriormente pelos gestores.

Além disso, uma maior capacidade de processamento permite que as próprias soluções desenvolvidas gerem análises de múltiplos dados de forma precisa.

Dessa forma, são destacadas brechas que possam ser sanadas e, assim, torna-se possível potencializar os processos internos da organização.

Segurança das informações

Outra revolução realizada pelo surgimento da Cloud Computing foi uma maior segurança acerca das informações corporativas, evitando perdas que possam causar graves prejuízos a longo prazo.

Muitos gestores de TI, principalmente os mais antigos, já passaram pelo medo ou, até mesmo, pela situação prática da perda de informações devido a problemas em dispositivos físicos como servidores e HDs externos.

Uma falha em um compartimento, um item queimado, um desastre tecnológico e parte ou todos os dados são perdidos, gerando dor de cabeça e problemas para recuperar as informações.

A computação em nuvem facilitou os processos de backup, realizando cópias de qualidade e segurança, permitindo maior efetividade e precisão na cópia das informações corporativas.

Além disso, a recuperação e acesso aos dados são feitos de forma rápida e eficiente, garantindo a proteção e segurança necessárias para qualquer empresa.

Outro ponto interessante e benéfico é: as empresas que prestam serviços de backup em nuvem também estão devidamente preparadas para situações problemáticas.

Caso ocorra algum problema de acesso, os profissionais responsáveis irão conseguir redirecionar rapidamente a outra forma de entrada, fazendo com que tudo funcione adequadamente.

Os benefícios da implementação do Cloud Computing nas empresas são diversos e é praticamente impossível enumerar todos — listamos apenas os mais importantes.

E só por esses já é possível perceber a sua importância no mercado, demonstrando que esta tecnologia vem com força nos próximos tempos.

Seu uso atualmente é mais do que uma geração de diferencial competitivo, é questão de sobrevivência.

As empresas que demoram a ter essa percepção poderão ficar para trás e perder rentabilidade.

Lembre-se que em tempos de mudanças dinâmicas, não se atentar ao uso de novas tecnologias pode representar graves problemas, principalmente para os gestores de TI.

Cada inovação não explorada pode render até mesmo a perda da sua carreira profissional.

Neste conteúdo você pôde ter uma dimensão da importância da computação em nuvem. Aprendeu mais sobre esse conceito, como ele surgiu e as razões pelas quais você deve investir nisso.

Porém, mais do que compreender todo esse panorama, também é essencial entender uma coisa:

Você deve contar com os melhores parceiros para a implementação de soluções de Cloud Computing. Um primeiro passo essencial para uma boa escolha é identificar se a empresa é certificada. Leia nosso artigo sobre o assunto e tire suas dúvidas sobre o tema.

 


Compartilhe com um amigo!