SaaS, PaaS e IaaS: conheça as opções de cloud computing

Cloud computing é um termo largamente utilizado no mercado atualmente e representa uma gama ampla de produtos e serviços oferecidos por diversas empresas. Porém, o conceito de cloud computing e suas formas e aplicações práticas ainda não são claros para algumas empresas que já utilizam o serviço ou procuram alguma solução cloud.

Além disso, existem variações dos serviços disponíveis na nuvem. É importante entendê-las, saber quais são as aplicações para chegar à conclusão sobre qual delas se adequa a sua necessidade. Neste post vamos falar sobre SaaS, PaaS e IaaS — diferentes possibilidades de cloud computing — para te ajudar a descobrir a mais indicada ao seu negócio! Continue acompanhando e confira!

Conceito de cloud computing

Cloud computing costuma ser considerado uma nova tecnologia, porém nada mas é do que uma nova forma de consumir ou contratar tecnologias. Segundo a entidade norte-americana NIST (National Institute of Standards and Technology), computação na nuvem é um modelo que permite o acesso a uma rede de forma conveniente e de acordo com a demanda necessária.

Essa rede possui um conjunto de recursos configuráveis que podem ser adaptados rapidamente com pouco esforço. A personalização é um ponto muito positivo de serviços na nuvem, permitindo que cada empresa ajuste os serviços para atender perfeitamente às necessidades presentes.

As categorias de cloud computing

Na nuvem existem 3 categorias principais de soluções oferecidas. A seguir você vai entender um pouco mais sobre cada uma delas:

  • SaaS: aplicações criadas para o usuário final, entregues pela web;
  • PaaS: ferramentas e serviços criados para tornar a codificação e entrega de SaaS mais simples e ágil;
  • IaaS: hardware e software que torna possível o uso dessas soluções (servidores, redes, armazenamento, etc).

SaaS

SaaS — Software as a Service — é um software disponibilizado para o cliente através da internet, por meio da compra de uma licença ou da contratação de um serviço recorrente que pode ser pago conforme o uso.

O SaaS é acessado por um software comercial, administrado a partir de uma central e entregue no modelo de “um para muitos”, isto é, um ponto de acesso para diversos usuários. O rápido crescimento desse tipo de serviço mostra que ele é uma tendência de adoção para todas as empresas, principalmente aquelas que oferecem serviços de tecnologia.

PaaS

O PaaS — Platform as a Service — é uma plataforma que permite a criação de aplicações web de forma prática e efetiva, sem a complexidade de comprar e manter softwares atualizados e estruturados.

PaaS oferece serviços que auxiliam no desenvolvimento, teste e deploy de programas, integrando ferramentas que podem ser usadas por diversos usuários (um para muitos). Tem uma estrutura que facilita escalar e lançar modificações do software em desenvolvimento, além de comportar a colaboração e cobrança pelos serviços, tudo em um lugar só.

A diferença básica entre PaaS e SaaS é que o primeiro é um software oferecido por meio da internet e o segundo é uma plataforma de desenvolvimento. No entanto, ambos são cloud based.

IaaS

Todos os serviços na nuvem precisam de algum tipo de infraestrutura para funcionar, um servidor base com máquinas e armazenamento suficientes para rodar softwares e plataformas. O IaaS — Infrastructure as a service — faz exatamente isso: oferece a infraestrutura necessária on-demand. Ou seja, é possível contratar o serviço necessário para a sua empresa sem precisar adquirir todo o equipamento.

A principal característica do IaaS é que ele oferece recursos como serviço, sendo esta a grande diferença para o SaaS e o PaaS. Esse é um modelo que permite escalar as atividades de forma dinâmica, isto é, a mudança ocorre de acordo com as necessidades da empresa contratante. Por essa razão, existem diferentes planos de contratação do serviço.

A aplicação de cada uma dessas categorias

Existem cenários ideais para cada uma dessas categorias. Mas nem todas as empresas precisam de um determinado tipo de serviço, mesmo que pensem que é necessário. E o oposto também é válido. Separamos alguns exemplos para você entender a aplicabilidade de cada categoria:

SaaS

Aplicações SaaS são largamente utilizadas em empresas que entregam serviços de tecnologia, como as startups. O SaaS permite a facilidade de interação entre quem fornece e quem utiliza o software. Esse contato entre o suporte interno e o mundo externo é uma característica de empresas que adotam SaaS (pense em serviços de cobrança recorrente).

O uso costuma ser de longo prazo, embora o de curto também possa ser aplicado. Serviços que têm prazo de validade (como projetos colaborativos, por exemplo) podem ser contratados e utilizados por um determinado período de tempo.

PaaS

PaaS são muito utilizados em projetos em que diversos desenvolvedores trabalham ao  mesmo tempo e é preciso que as interações sejam em tempo real, com deploys feitos simultaneamente. PaaS são excelentes para aplicações que não necessitam de mobilidade no local em que estão baseadas, o que faz das empresas que desenvolvem produtos SaaS ótimas candidatas a adquirir PaaS.

IaaS

IaaS permitem que as empresas tenham uma infraestrutura de qualidade sem a necessidade de um alto investimento inicial, fator atraente para novas empresas e startups. Empresas que não possuem um alto investimento inicial para essa área ou crescem em ritmo acelerado alteram constantemente o volume necessário de infraestrutura. Nesse sentido, um serviço por demanda é uma excelente opção.

Cloud computing é uma área em constante expansão, e que não é mais tendência e sim uma realidade em fornecimento de soluções tecnológicas para as mais diversas áreas. SaaS, PaaS, IaaS, serviços de cloud computing no geral, procuram suprir diferentes demandas de um público que tem a capacidade de fazer esse mercado crescer, revelando às empresas que essas soluções se aplicam às necessidades que elas têm.

Se você tem dúvidas sobre qual desses serviços a sua empresa precisa, deixe uma mensagem nos comentários ou entre em contato conosco! E se você gostou do artigo, aproveite para curtir e compartilhar nas redes sociais. Veja também outros benefícios que o cloud computing pode oferecer conferindo o nosso post “Como o cloud computing pode melhorar a segurança de dados na sua empresa”!


Compartilhe com um amigo!