Mobilidade: saiba por que ela é fundamental para sua empresa?

A Mobilidade, claramente, está se tornando cada vez mais necessária para as empresas brasileiras. Se considerarmos como as pessoas aderiram aos dispositivos móveis – e as empresas são feitas por pessoas – percebemos que esta tendência fica cada vez mais evidente. De acordo com a consultoria IDC, no terceiro trimestre de 2014 foram comercializados 2,3 milhões de tablets e, num levantamento divulgado em agosto, mais de 12 milhões de celulares no Brasil.

Significa que, cada vez mais, as pessoas voltam a característica natural de serem móveis; estarem em contato com sistemas e aplicações em qualquer lugar, por inúmeros tipos de dispositivos e em qualquer hora. Ou seja, as empresas- sejam elas de qual segmento forem- já não podem mais discutir se oferecem ou não a opção de mobilidade às suas equipes e aos seus clientes, elas precisam estar adequadas a esta nova realidade, sob o risco de perder competitividade e espaço no mercado.

Com a Cloud Computing consolidada no país, integrar a Mobilidade como parte da estratégia de TI está cada vez mais acessível, uma vez que a alocação de sistemas e aplicativos na nuvem torna o processo mais rápido e seguro – especialmente do ponto de vista da conectividade.

Sua empresa está considerando a mobilidade como parte da estratégia de TI em 2015?

Entre os fatores que devem ser considerados para a boa utilização da mobilidade digital está a adaptação dos sistemas para rodarem em todos os dispositivos possíveis, fazendo com que os profissionais que vão à campo (executivos de relacionamento, vendedores etc.) consigam trabalhar mesmo fora do ambiente corporativo. Outro fator são as possibilidades de interação com os clientes nestes dispositivos.

Tecnicamente falando, é preciso que a rodagem se dê nos diferentes sistemas operacionais, proporcionando uma experiência de uso agradável e produtiva, transpondo funcionalidades de web site para serem utilizadas com facilidade via smartphone, colocando o usuário como centro do negócio.

Os gestores de TI têm entendido que, cada vez mais, devem ser consideradas em suas estratégias as funcionalidades e interfaces, que sejam intuitivas, simples e bonitas. Imagine um cliente que precise abrir um chamado para um suporte ou manutenção técnica, mas está usando seu smartphone. Ele não tem que entrar em diversas telas – ou não está esperando passar por isso, pelo menos não na tela do seu celular.

Por outro lado, já é concreto o avanço do BYOD (Bring Your Own Device), comportamento profissional no qual os colaboradores levam para a empresa seus próprios equipamentos e, com isso, se tornam mais produtivos e colaborativos. Sua empresa está preparada para lidar com as questões de segurança da informação que envolvem este tipo de prática?

Conclusão

As pessoas são móveis, elas utilizam diversos dispositivos para se comunicar em redes sociais ou em serviços de comunicação instantânea como o Whatsapp, por exemplo. Assim, a tecnologia Mobile é uma realidade que, ao ser bem explorada, oferece um diferencial competitivo para as empresas, dando espaço para que os colaboradores contribuam em diferentes momentos do processo produtivo e até ajudem a melhorar o relacionamento com os clientes.

Não dá mais para perder oportunidades por conta de uma velha prática de tornar as pessoas presas ao ambiente corporativo, assim como não dá para limitar o cliente na hora de buscar as informações, dialogar e até comprar. As pessoas têm a mobilidade como característica intrínseca  e a tecnologia proporciona esse retorno a um cotidiano móvel. Dessa forma, empresas realmente antenadas, fazem dessas ferramentas um grande trunfo para seu desenvolvimento.

Você procura uma forma de melhorar os processos da sua empresa através da mobilidade? Visite nosso site e conheça algumas possibilidades!


Compartilhe com um amigo!